smcjf.com.br

smcjf.com.br


Produto médico Vendido em Lojas Virtuais

Produtos médicos também podem ser vendidos em lojas virtuais grátis?

Produtos médicos também podem ser vendidos em lojas virtuais grátis? É claro que sim! Só é necessário ficar atento às nossas dicas e recomendações, que o sucesso pode ser garantido!

Alguns produtos médicos não demandam nenhum cuidado especial ou perigo para quem os utiliza, embora, é claro, necessitem de treinamento adequado para o seu correto manuseio, porém, isso não é motivo de preocupação para quem vende.

Para quem deseja montar um consultório médico ou uma clínica, é necessário adquirir algumas máquinas e equipamentos, sem os quais fica impossível desenvolver atividades médicas de média e alta complexidades.

Com a proliferação das clínicas populares e dos consultórios particulares, que tiveram aumento de 25% em relação aos quatro últimos anos, o mercado de produtos médicos está bastante aquecido, e é um ótimo momento para investir na área.

Mas, finalmente, posso vender produtos médicos online?

Sim! E você pode escolher entre ter seu próprio negócio ou aderir a uma franquia. Caso você opte por lojas virtuais grátis de produtos médicos você, antes, tem que compreender como esse sistema funciona, para evitar erros e minimizar prejuízos.

Lembrando, embora você já saiba, que os medicamentos não estão incluídos no rol dos equipamentos médicos que podem ser comercializados pela web, ok?

Muito bem! Continue nos acompanhando, pois vamos lhe mostrar o passo a passo para você criar sua loja virtual de produtos médicos.

Passos preliminares para criar lojas virtuais grátis de produtos médicos

Na verdade, esses passos preliminares atendem a quase qualquer tipo de negócio virtual, mas vamos dar um enfoque especial em relação ao mercado de produtos médicos. Vamos lá!

  1. Conheça o mercado!

Como já lhe informamos, o mercado de produtos médicos anda bastante aquecido pelo surgimento de clínicas populares e, ampliação de hospitais e clínicas. Mas, reconheça, não é um mercado cujos produtos sejam “comuns”.

Por isso mesmo, o mercado de produtos médicos e muito especializado e demanda conhecimento tanto de seus trâmites e processos quanto de seus produtos.

  1. Conheça os produtos!

O alto grau de inovação, sofisticação ou precisão de determinados produtos médicos, fazem com que estes materiais, dispositivos, máquinas e equipamentos, necessitem de absoluta precisão na descrição de suas características técnicas, na hora da venda.

Não há espaços para erros, esquecimentos ou desleixos! Portanto, só entre nesse ramo se possuir, de fato, conhecimento na área. Algumas franquias, talvez, lhe digam o contrário, mas vão lhe oferecer treinamento e suporte, ou seja, conhecimento!

Lembre-se! Seus clientes são especialistas em diversas áreas da medicina, mas quem conhece o seu produto, suas especificações e indicações é você. Transmitir confiança e segurança na hora da venda, podem fazer a diferença.

Mas a venda não será online? Como transmitir segurança e confiança?

  1. Estabeleça um suporte adequado e eficiente!

Eis a resposta à pergunta acima! Quando o cliente não conhece o equipamento, o que ele faz, como faz e em quanto tempo faz aquilo que está programado para fazer, às vezes, é necessária uma participação mais ativa e pontual, por parte do vendedor.

Agora que já estabelecemos os passos preliminares, podemos dar continuidade às nossas dicas, conselhos e sugestões de como abrir lojas virtuais grátis de produtos médicos.

Passo a passo para criar lojas virtuais grátis de produtos médicos

Vamos direto aos pontos!

  1. Conheça seu público-alvo!

Dependendo dos produtos médicos que você pretende comercializar via web, seus clientes podem ser médicos, donos de clínicas e hospitais e, até, prefeituras e governos estaduais e federal.

  1. Escolha uma plataforma de e-commerce!

As plataformas de e-commerce facilitam a vida de quem deseja abrir lojas virtuais grátis e podem poupar grandes aborrecimentos e gastos iniciais, perfeitamente, dispensáveis.

Essas plataformas podem oferecer, de uma só vez, inúmeros benefícios e serviços que você só conseguiria se contratasse serviços especializados e, obviamente, mas onerosos. Além disso, são fáceis de fazer mudanças e adaptações!

  1. Defina suas formas de recebimento dos pagamentos!

Em um primeiro momento, talvez seja mais interessante utilizar os serviços dos intermediadores de pagamento, como Paypal e Pagseguro, por exemplo. Ou optar por gateways de pagamento (que fazem conexão com as adquirentes) e contratos diretos com as adquirentes (Cielo, Redecard etc).

  1. Invista em um suporte de qualidade!

Criar lojas virtuais grátis parece que resolve aquele problema “chato” da necessidade de ter vendedores ou demonstradores de produtos, para que o cliente possa vir a se interessar e realizar a compra. Isso é verdade, mas, em parte!

Mesmo possuindo uma loja virtual de produtos médicos, lembre-se: o cliente de uma loja virtual não trata diretamente com o vendedor, mas continua tendo dúvidas em relação à uma série de detalhes, e deseja compreendê-los antes de comprar.

No princípio, tudo correrá por sua conta! Você vai ter que ser o famoso “três em um”, no mínimo, para dar um suporte de qualidade ao seu cliente.

  1. Invista em logística de distribuição e entrega do produto!

Normalmente, temos três formas de fazer chegar um produto às mãos de um cliente: retirada no local (só para clientes que estejam em sua região); pelos Correios; e através de transportadoras.

  • Correios: muitas paralisações, greves e possui restrições de tamanho e peso.
  • Transportadoras: mais confiáveis em relação ao tempo de entrega, mas é preciso conhecer sua história, tradição e conceito.

Você notou que esquecemos de uma peça-chave para qualquer negócio ter a mínima possibilidade de sucesso? Você notou que não citamos o MARKETING? Isso foi proposital, pois ele merece uma atenção mais do que especial! Vamos ver!

Marketing para lojas virtuais de produtos médicos

Você, com certeza, já procurou por um determinado produto de uma certa loja virtual de produtos médicos, e só foi encontra-lo na terceira ou segunda página, quando já estava prestes a desistir. Pois é! Isso é problema de marketing!

Esse tipo de problema só é resolvido com a adoção de poucas estratégias de marketing virtual. São elas:

 

a).Produzir conteúdo relevante para o seu público

Você pode pensar: “a relevância não está nas especificações e utilidades do produto médico”? Sim e não! Sim, o importante são as especificações técnicas e formas de utilização. Todavia, conhecer, por exemplo, histórias de pacientes que obtiveram cura, ou melhora de suas doenças, não pode ser uma forma de atrair e fidelizar clientes?

Não é suficiente vender o produto! Você tem que fornecer subsídios, ideias, modelos e disponibilizar textos sobre ele, contando experiências exitosas do seu uso por pacientes e outros colegas médicos.

Isso fará com que seus com que seus clientes visitem sua loja não apenas para comprar, mas, para adquirir conhecimento.

b).Integre sua loja às redes sociais!

93,2 milhões de pessoas utilizam as redes sociais, no Brasil. Na América Latina, em 2020, metade da população utilizará, regularmente, as redes sociais. Você acha que é um bom mercado e uma boa pedida utilizar as redes sociais?

c).Envie e-mail marketing!

Esta é, provavelmente, a melhor ferramenta de marketing para quem quer criar lojas virtuais grátis. Mas você precisa criar uma lista de todos os seus clientes, e lhes enviar ofertas, promoções, bônus, lançamentos e novos conteúdos.

Você consegue isso, facilmente, solicitando o preenchimento de um breve cadastro, antes de concretizar a compra.

Então, decidiu-se por criar lojas virtuais grátis de produtos médicos? Então, mãos à obra! Siga nossas dicas e tenha muito, muito sucesso!

Gostou dessas novas dicas? Comente! Aguarde novidades!